Poder de Compra do Dolar

O valor do dólar hoje não tem mais o mesmo poder de compra que tinha no último século e isso é visível sem precisar de uma calculadora.

Não é segredo que agora US$ 1 tem menos valor do que 100 anos atrás, mas quanto o poder de compra do dólar diminuiu ao longo dos anos?
Para ilustrar isso, você vai visualizar no gráfico abaixo a demonstração da ascensão e da queda do dólar desde 1913.

Mudanças no valor do dólar de hoje

Como esta lista, nós podemos ver como a inflação e as mudanças no Índice de Preços ao Consumidor diminuíram o poder de compra do dólar no último século.

$ 100 em 1913 valeriam apenas $ 3,65 hoje.

Embora o poder de compra do dólar tenha subido e descido desde 1913, nunca superou o poder de compra que possuía em 1913.

O poder de compra dos cidadãos dos EUA sempre liderou as paradas, mas isso pode estar mudando no futuro. A inflação afeta quase todas as variáveis ​​da macroeconomia, e muitos acreditam que os atuais níveis de inflação nos EUA são muito baixos.

Para criar esta visualização, foi utilizado dados da Calculadora de Inflação do IPC do Bureau of Labor Statistics. Esta calculadora usa o Índice de Preços ao Consumidor para Todos os Consumidores Urbanos, que representa as mudanças nos preços de bens e serviços de consumo adquiridos por famílias urbanas.

Examinando esses dados, podemos ver como o poder de compra, ou a quantidade total de bens e serviços que podem ser comprados com um dólar, mudou desde 1913.

Além disso, podemos ver como as recessões e os principais eventos econômicos afetam nosso poder de compra.

Quanto vale US $ 100 em 1913 ao longo do tempo e quanto vale hoje?

1913: $ 100
1923: $ 57,89
1933: $ 76,15
1943: $ 57,23
1953: $ 37,08
1963: $ 32,35
1973: $ 22,30
1983: $ 9,94
1993: $ 6,85
2003: $ 5,38
2013: $ 4,25
2021: $ 3,65

Embora existam valores discrepantes, o poder de compra do dólar diminuiu constantemente desde 1913.Isso se deve à inflação e ao aumento contínuo do Índice de Preços ao Consumidor ao longo dos anos.

Conforme demonstrado pelos dados, o poder de compra do dólar tem uma correlação negativa com o IPC.

À medida que o CPI aumenta, o poder de compra do dólar diminui com o tempo. A inflação é o aumento constante dos preços de bens e serviços de consumo ao longo dos anos. À medida que esses preços continuam a aumentar, a quantidade total de bens e serviços que podem ser comprados com um único dólar diminui.

Oferta monetária mundial

Normalmente, a inflação sustentada ocorre quando a oferta monetária mundial supera o crescimento econômico, razão pela qual muitas pessoas sugerem que os bancos centrais do mundo devem se coordenar para manter a estabilidade econômica.

Isso não é necessariamente uma coisa ruim. A inflação controlada proporciona um ambiente estável de crescimento nos preços dos ativos. Isso aumenta o valor das casas e outros ativos reais.
Recessões e grandes eventos econômicos também podem afetar a inflação e o IPC. Durante uma recessão, o CPI geralmente cai ou aumenta a uma taxa mais lenta devido à diminuição da demanda por bens e serviços de consumo.

Examinando nossa visualização informativa, podemos ver como a inflação e o aumento do Índice de Preços ao Consumidor impactaram nosso poder de compra ao longo dos anos. O que você acha desse fenômeno que ataca todas as economias do mundo e parece não querer parar mais?

Ao ver as notícias da diferença entre o dólar hoje e o real o que você acha que esta acontecendo com o nosso mercado interno e externo? A inflação é necessária para o crescimento econômico? Você pode pensar sobre isso.

Como Funciona um Banco?

Neste artigo, examinaremos como é o mundo dos bancos e veremos como essas instituições bancárias e financeiras funcionam e por que.

Você saberá também por que você pode abrir sua conta em um banco e por que deveríamos (ou não) confiar neles investindo nosso dinheiro suado.

O mais interessante do porque e como um banco funciona é que ele funciona por causa da confiança que ele deposita no cliente.

Uma das principais funções dos bancos é usar o dinheiro de seus correntistas emprestando-o a outras pessoas para poderem usá-lo para financiar carros, comprar casas, criar negócios e empresas e fazer o dinheiro girar…

Principais Bancos do Brasil

  • Banco Itaú Unibanco
  • Banco Safra
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Banco Bradesco
  • Banco BTG Pactual
  • Banco Santander
  • Sicoob
  • Banco Votorantim
  • Banco do Nordeste
  • Citibank
  • Banrisul

Principais Bancos Digitais do Brasil

  • Banco Original
  • Banco Inter
  • Banco Next
  • AgiBank
  • Nubank
  • Banco PAN
  • BMG
  • C6 Bank
  • Neon
  • Santander Digital

Você pode falar com o atendimento no atendimento que em geral tem serviços como o telefone 0800 dos bancos que funcionam 24 horas tanto local como em todo território nacional e exterior.

Nós damos o nosso dinheiro a um banco para mantê-lo seguro e protegido, em seguida, o banco se vira e dá ao cliente e outra pessoa para ganhar que o seu dinheiro também aumente. Economia

Os bancos podem conceder legalmente consideravelmente mais crédito do que dinheiro.

Ainda assim, a maioria de nós tem total confiança na capacidade do banco de proteger nosso dinheiro e entregá-lo quando solicitamos. Por que nos sentimos melhor em ter nosso dinheiro em um banco do que em baixo de um colchão?

É apenas o fato de eles pagarem juros em algumas de nossas contas, ou seja, o nosso dinheiro pode render enquanto estiver guardado por uma instituição financeira bancária?

É porque sabemos que, se tivermos o dinheiro em nossos bolsos, nós iremos gastá-lo o mais rápido possível? Além de não conseguir multiplicá-lo enquanto parado.

Ou é simplesmente a conveniência de poder emitir cheques e usar cartões de débito em vez de carregar dinheiro?

Qualquer uma delas pode ser a resposta, principalmente com as conveniências do banco eletrônico atual.

Agora, nem precisamos preencher esse cheque manualmente – podemos simplesmente passar o cartão de débito ou clicar no botão “pagar” no site do banco.

Por que um banco funciona?

O setor bancário é uma questão de confiança. Confiamos que o banco terá nosso dinheiro quando formos buscá-lo. Confiamos que o banco honrará os cheques que usamos para pagar nossas contas – se tiver fundos ou limite de crédito é claro.

O que é difícil de entender é o fato de que, enquanto as pessoas colocam dinheiro no banco todos os dias, o banco empresta esse mesmo dinheiro e mais a outras pessoas todos os dias.

Os bancos e financeiras concedem consistentemente mais crédito do que dinheiro. Isso é um pouco assustador; mas se você for ao banco e exigir seu dinheiro, receberá.

No entanto, se todo mundo for ao banco ao mesmo tempo e exigir seu dinheiro (uma corrida no banco), pode haver um problema.