Consulta de Processos Pela Internet

Como Consultar Processos Online 2022

Há vários motivos para você precisar pesquisar processos. A boa notícia é que hoje você pode realizar essa consulta sem sair de casa. Caso você precise verificar se uma pessoa está sofrendo processo, como está o andamento do seu processo ou outras informações sobre o processo é bem simples. Abaixo iremos informar como você pode pesquisar o andamento processos online e fazer a consulta processual. Assim não irá mais precisar sair de casa ou ficar ligando em diferentes lugares para saber como está seu processo.

Consultar Andamento de Processo

O primeiro passo para realizar pesquisa ou consulta de processo online é saber o local do processo. O processo pode ser feito em diferentes instituições. Processos jurídicos, consumidor e outros. Após você encontrar onde foi que o processo foi iniciado você poderá acessar o site da instituição para ter mais informações.

Em todas as instituições que disponibilizam a abertura de processo você encontra uma página online. Por lá você encontra diferentes informações sobre acompanhamento, finalização e início de processos. Escolha a opção de consulta de processo e informe os dados solicitados. Os dados podem ser diferentes como CPF, número do processo e outros. Em alguns casos apenas os advogados terão acesso a essas consultas.

Após você informar os dados solicitados poderá ter acesso ao andamento ou a solução do processo. Caso você tenha dificuldade no site ou na consulta poderá entrar em contato com as instituições por telefone para mais informações. Por telefone poderá ter ajuda e realizar a consulta por lá ou pelo site.

Nos casos de apenas o advogado ter acesso a consulta e andamento do processo será necessário que você entre em contato com o mesmo. Nesses casos, geralmente jurídicos, a pessoa física não tem acesso ao processo pelo site ou pessoalmente. Para ter acesso a essas informações, se pode ter acesso ou apenas o advogado, pode acessar o site ou entrar em contato com a instituição por telefone.

Tribunal de Justiça

Um dos exemplos que podemos dar é como realizar a pesquisa e consulta de processo no tribunal de justiça no seu estado. O primeiro passo é encontrar o site da instituição do seu estado. Cada estado mantém sites diferentes. Portanto encontre o site do tribunal de justiça do seu estado.

Já no site encontra a opção de consulta de processo e escolha ela. Agora é preciso que você informe o número de protocolo do processo. Dessa forma você poderá conhecer como está o andamento do processo, se está faltando algum documento ou o próximo passo para o andamento do mesmo.

Outros Processos

Outros processos como na prefeitura e outras instituições é preciso que você acesse os respectivos sites. Por lá você terá acesso aos processos de forma muito parecida ao descrito acima. Apenas informando os dados solicitados no site você terá acesso às informações. No caso de processos trabalhistas a instituição será diferente.

Portanto como visto acima é preciso que você saiba a instituição na qual o processo está correndo para realizar a consulta de processos. Para outras informações você poderá entrar em contato por telefone ou pessoalmente nessas instituições.

Mais sobre o Andamento de Processos Online

Se você não tem processo aberto e busca saber se uma pessoa ou empresa sofre algum processo é bem simples também. Pelo site JusBrasil você pode ter acesso não apenas ao andamento mas a processos antigos de pessoa física ou jurídica.

Para isso basta você entrar no site e informar o nome da pessoa ou da empresa para conhecer seu histórico. A vantagem desse site é que ele junta todos os processos e não precisa do número do processo apenas do nome de uma das partes.

Pelo site, além de consulta e pesquisa de processos você também tem acesso a outras informações e notícias do ambiente jurídico. Além de ter acesso a consultas caso tenha alguma dúvida durante a consulta.

Além da informação de como está o andamento do processo, a forma que é apresentada facilita o entendimento do mesmo. Assim, se você não é da área e tem dificuldade para entender o que está acontecendo com seu processo, o site poderá te ajudar. Além de indicar advogados caso você precise. A pesquisa pode ser feita com nome de uma das partes ou pelo número do processo. Além disso, você pode escolher a região em que o processo está ocorrendo para facilitar a busca.

Portanto, seja se você está buscando andamento ou solução do seu processo ou de processo de terceiros, você pode acessar os sites informados acima e ter acesso a essas informações. Assim você não precisará sair de casa para ter as informações. E caso tenha alguma dúvida pode entrar em contato com o advogado ou por telefone com a instituição. E se ainda tem dúvidas pode entrar em contato com seu advogado ou encontrar um para se auxiliar.

Poder de Compra do Dolar

O valor do dólar hoje não tem mais o mesmo poder de compra que tinha no último século e isso é visível sem precisar de uma calculadora.

Não é segredo que agora US$ 1 tem menos valor do que 100 anos atrás, mas quanto o poder de compra do dólar diminuiu ao longo dos anos?
Para ilustrar isso, você vai visualizar no gráfico abaixo a demonstração da ascensão e da queda do dólar desde 1913.

Mudanças no valor do dólar de hoje

Como esta lista, nós podemos ver como a inflação e as mudanças no Índice de Preços ao Consumidor diminuíram o poder de compra do dólar no último século.

$ 100 em 1913 valeriam apenas $ 3,65 hoje.

Embora o poder de compra do dólar tenha subido e descido desde 1913, nunca superou o poder de compra que possuía em 1913.

O poder de compra dos cidadãos dos EUA sempre liderou as paradas, mas isso pode estar mudando no futuro. A inflação afeta quase todas as variáveis ​​da macroeconomia, e muitos acreditam que os atuais níveis de inflação nos EUA são muito baixos.

Para criar esta visualização, foi utilizado dados da Calculadora de Inflação do IPC do Bureau of Labor Statistics. Esta calculadora usa o Índice de Preços ao Consumidor para Todos os Consumidores Urbanos, que representa as mudanças nos preços de bens e serviços de consumo adquiridos por famílias urbanas.

Examinando esses dados, podemos ver como o poder de compra, ou a quantidade total de bens e serviços que podem ser comprados com um dólar, mudou desde 1913.

Além disso, podemos ver como as recessões e os principais eventos econômicos afetam nosso poder de compra.

Quanto vale US $ 100 em 1913 ao longo do tempo e quanto vale hoje?

1913: $ 100
1923: $ 57,89
1933: $ 76,15
1943: $ 57,23
1953: $ 37,08
1963: $ 32,35
1973: $ 22,30
1983: $ 9,94
1993: $ 6,85
2003: $ 5,38
2013: $ 4,25
2021: $ 3,65

Embora existam valores discrepantes, o poder de compra do dólar diminuiu constantemente desde 1913.Isso se deve à inflação e ao aumento contínuo do Índice de Preços ao Consumidor ao longo dos anos.

Conforme demonstrado pelos dados, o poder de compra do dólar tem uma correlação negativa com o IPC.

À medida que o CPI aumenta, o poder de compra do dólar diminui com o tempo. A inflação é o aumento constante dos preços de bens e serviços de consumo ao longo dos anos. À medida que esses preços continuam a aumentar, a quantidade total de bens e serviços que podem ser comprados com um único dólar diminui.

Oferta monetária mundial

Normalmente, a inflação sustentada ocorre quando a oferta monetária mundial supera o crescimento econômico, razão pela qual muitas pessoas sugerem que os bancos centrais do mundo devem se coordenar para manter a estabilidade econômica.

Isso não é necessariamente uma coisa ruim. A inflação controlada proporciona um ambiente estável de crescimento nos preços dos ativos. Isso aumenta o valor das casas e outros ativos reais.
Recessões e grandes eventos econômicos também podem afetar a inflação e o IPC. Durante uma recessão, o CPI geralmente cai ou aumenta a uma taxa mais lenta devido à diminuição da demanda por bens e serviços de consumo.

Examinando nossa visualização informativa, podemos ver como a inflação e o aumento do Índice de Preços ao Consumidor impactaram nosso poder de compra ao longo dos anos. O que você acha desse fenômeno que ataca todas as economias do mundo e parece não querer parar mais?

Ao ver as notícias da diferença entre o dólar hoje e o real o que você acha que esta acontecendo com o nosso mercado interno e externo? A inflação é necessária para o crescimento econômico? Você pode pensar sobre isso.

Como Funciona um Banco?

Neste artigo, examinaremos como é o mundo dos bancos e veremos como essas instituições bancárias e financeiras funcionam e por que.

Você saberá também por que você pode abrir sua conta em um banco e por que deveríamos (ou não) confiar neles investindo nosso dinheiro suado.

O mais interessante do porque e como um banco funciona é que ele funciona por causa da confiança que ele deposita no cliente.

Uma das principais funções dos bancos é usar o dinheiro de seus correntistas emprestando-o a outras pessoas para poderem usá-lo para financiar carros, comprar casas, criar negócios e empresas e fazer o dinheiro girar…

Principais Bancos do Brasil

  • Banco Itaú Unibanco
  • Banco Safra
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Banco Bradesco
  • Banco BTG Pactual
  • Banco Santander
  • Sicoob
  • Banco Votorantim
  • Banco do Nordeste
  • Citibank
  • Banrisul

Principais Bancos Digitais do Brasil

  • Banco Original
  • Banco Inter
  • Banco Next
  • AgiBank
  • Nubank
  • Banco PAN
  • BMG
  • C6 Bank
  • Neon
  • Santander Digital

Você pode falar com o atendimento no atendimento que em geral tem serviços como o telefone 0800 dos bancos que funcionam 24 horas tanto local como em todo território nacional e exterior.

Nós damos o nosso dinheiro a um banco para mantê-lo seguro e protegido, em seguida, o banco se vira e dá ao cliente e outra pessoa para ganhar que o seu dinheiro também aumente. Economia

Os bancos podem conceder legalmente consideravelmente mais crédito do que dinheiro.

Ainda assim, a maioria de nós tem total confiança na capacidade do banco de proteger nosso dinheiro e entregá-lo quando solicitamos. Por que nos sentimos melhor em ter nosso dinheiro em um banco do que em baixo de um colchão?

É apenas o fato de eles pagarem juros em algumas de nossas contas, ou seja, o nosso dinheiro pode render enquanto estiver guardado por uma instituição financeira bancária?

É porque sabemos que, se tivermos o dinheiro em nossos bolsos, nós iremos gastá-lo o mais rápido possível? Além de não conseguir multiplicá-lo enquanto parado.

Ou é simplesmente a conveniência de poder emitir cheques e usar cartões de débito em vez de carregar dinheiro?

Qualquer uma delas pode ser a resposta, principalmente com as conveniências do banco eletrônico atual.

Agora, nem precisamos preencher esse cheque manualmente – podemos simplesmente passar o cartão de débito ou clicar no botão “pagar” no site do banco.

Por que um banco funciona?

O setor bancário é uma questão de confiança. Confiamos que o banco terá nosso dinheiro quando formos buscá-lo. Confiamos que o banco honrará os cheques que usamos para pagar nossas contas – se tiver fundos ou limite de crédito é claro.

O que é difícil de entender é o fato de que, enquanto as pessoas colocam dinheiro no banco todos os dias, o banco empresta esse mesmo dinheiro e mais a outras pessoas todos os dias.

Os bancos e financeiras concedem consistentemente mais crédito do que dinheiro. Isso é um pouco assustador; mas se você for ao banco e exigir seu dinheiro, receberá.

No entanto, se todo mundo for ao banco ao mesmo tempo e exigir seu dinheiro (uma corrida no banco), pode haver um problema.

União Homoafetiva

Será que podemos dizer que não existe mais discriminação no Brasil? Bom, de fato não, nos últimos anos vem aumentando os casos de agressões contra homossexuais, o que acaba fazendo com que algumas pessoas escondam sua verdadeira opção sexual, com medo de serem vítimas de pessoas violentas e preconceituosas. Porém mesmo com os ocorridos, os homossexuais vêm lutando por igualdade e respeito, já que esse deveria ser um direito de cidadão, poder expressar seus gostos e pensamentos livremente.  Infelizmente muitas pessoas ainda relatam um total desrespeito, sendo muitas vezes excluído pela sociedade, sem ao menos conhecer sua personalidade e o caráter, sendo julgadas apenas por gostar da pessoa do mesmo sexo.
O fim da discriminação e da violência contra gays chegou ao fim, com isso o respeito o direito da igualdade e a cidadania ganham espaço, um espaço que é de direito dos homossexuais. São milhões de pessoas excluídos pela sociedade, mas ainda assim não se pode negar que as opiniões são bastante controversas. Situações que são normais para alguns, jamais serão aceitas por outros, mas devem ser respeitadas.

O que é União Homoafetiva?

A união homoafetiva permite duas pessoas do mesmo sexo a se unirem, formando verdadeiras entidades familiares, é sociedade de afeto, onde os casais têm os mesmos direitos e deveres que a legislação brasileira estabelece para os casais heterossexuais, o Supremo Tribunal aprovou o reconhecimento da união homoafetiva, tornando automáticos os direitos que hoje são obtidos com dificuldades perante a justiça.
Recentemente o Supremo Tribunal aprovou o reconhecimento da união homoafetiva, sendo que alguns casais já chegaram a se casar no cartório, e hoje podem ter todos os direitos perante a justiça como outro casal automaticamente. A ação pede além da união entre duas pessoas do mesmo sexo, como também os mesmos direitos e deveres dos companheiros nas uniões estáveis.
O reconhecimento desses direitos dá respostas a um grupo de pessoas que foram durante muito tempo humilhados e ignorados, com dignidade ofendida e liberdade oprimida. Com a decisão do Supremo os homossexuais e seus direitos tornam-se reconhecidos podendo receber pensão alimentícia, acesso a herança de seu companheiro em caso de morte, podendo ser incluídos como dependentes em planos de saúde, adotar crianças e colocar seus sobrenomes, passando a ter a mesma proteção do estado.
Na união homoafetiva os casais terão as mesmas obrigações que são impostas aos casais heterossexuais, o desafio esta ai, despir de todos os preconceitos, com criatividade, interpretar a legislação e realizar a função social. Confira mais informações no site Direito Homoafetivo. Um dos primeiros casais gays e oficialmente se declararem casal diante da justiça foi Toni Reis, de 46 anos, e David Harrad de 53, que já tinham uma relação estável há mais de 21 anos e somente agora puderam ter os mesmos direitos que um casal hétero.

Como Funciona a Pensão Alimentícia

Quem possui filhos menores de idade e não mora com eles, deve auxiliar financeiramente através do pagamento da Pensão Alimentícia. O valor dessa contribuição é variável a cada família e não existe uma tabela padrão que indique o quanto é justo ou não, conforme explica o Presidente da ABRAFAM – Associação Brasileira dos Advogados de Família. Existem critérios e parâmetros que são observados pelos Advogados de Família e pelos Juízes de Família na hora de, respectivamente, pedir e fixar esse valor. Obviamente que se os pais chegam a um acordo e não representa grande prejuízo para os interesses do filho, o valor acertado será homologado pelo juiz.

Todo filhos de pais separados têm direito a pensão alimentícia, a qual é garantida por lei até os 18 anos de idade, já que a mesma tem a finalidade de auxiliar financeiramente o menor. O valor a ser pago varia de acordo com cada família, uma vez que não existe uma tabela padrão indicando se o valor é justo ou não. Segundo o presidente da ABRAFAM (Associação Brasileira dos Advogados de Família), existem diversos critérios que são observados pelos Advogados de Família e pelos Juízes de Família na hora de estipular uma pensão.

Para que o acordo torne-se mais amigável, é indicado que ambas as partes colaborem, pois caso contrário a criança acaba sofrendo algumas conseqüências com isso. Quando os pais, por espontânea vontade, estipulam um valor para a pensão e ambas as partes concordam, o acordo é feito rapidamente e dentro de poucos dias a criança já consegue receber essa ajuda.

Como solicitar a pensão alimentícia?

Para pedir uma pensão alimentícia é necessário contratar um advogado e explicar para ele toda a situação. Ele, por sua vez, irá solicitar a cópia de uma série de documentos a fim de poder dar entrada no pedido de pensão. Caso o contribuinte da pensão tenha emprego fixo (com carteira assinada ou seja funcionário público) o valor do auxílio deverá ser estipulado de acordo com o percentual de sua renda.

Pensão Alimentícia Valor

Se o contribuinte da pensão tem emprego fixo (com carteira assinada ou funcionário público), o valor deverá ser estipulado em percentual da sua renda. Para cálculo da alíquota, influirá o número total de filhos menores que ele possui e o quanto esse percentual representa em valor real. Secundariamente, também afetará se ele possui outros dependentes (esposa, pais, enteados, etc), se tem moradia própria, o estado de saúde dos envolvidos, se oferece dependência no plano de saúde, além da existência de outras despesas excepcionais.

Sendo importante lembrar que o número de filhos menores influenciará no calculo da pensão, já que a pensão é fixada em 20% da renda do pai quando tem apenas um filho, 30% é usual quando existem dois ou mais filhos, podendo ser superior no caso de prole numerosa. No caso de dois filhos de mães diferentes, costuma ser em 15% para cada um. Se forem três, 10% cada.

Em casos onde o pagador é profissional liberal ou tenha uma renda informal, a pensão é estabelecida em valores certos, onde a correção anual costuma ser feita levando em conta o salário mínimo. Influenciam na pensão a média de ganhos do pai, o padrão de vida que ele leva e os sinais de riqueza que ele apresenta.